Domingo, 20 de Agosto de 2017

Última atualização12:37:36 AM GMT

Você está aqui: Inicial
Banner

Projetos desenvolvidos pela UBM

Projeto “Combate a discriminação e exclusão da mulher negra no acesso ao atendimento a saúde”

E-mail Imprimir PDF
As especificidades da luta da mulher negra são encontradas no projeto da UBM “Combate a discriminação e exclusão da mulher negra no acesso ao  atendimento a saúde”. O objetivo é contribuir para a humanização do atendimento a saúde, estimulando o enfrentamento das discriminações contra as mulheres negras. Também se propõe a incentivar o controle social de Política Nacional de Saúde Integrada da População Negra, no processo de formação e educação das mulheres negras usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS), num esforço para superar os fatores que determinam as expressões de maior vulnerabilidade da população negra como, por exemplo, a anemia falciforme.

Projeto “Rede Cultural da Mulher”

E-mail Imprimir PDF

A UBM trabalha em rede para reforçar identidades e promover a construção de cidadania. Em parceria com o Ministério da Cultura, implantou a “Rede Cultural da Mulher”, projeto que envolve quatro Pontos de Cultura nas cidades de Ribeirão Pires/SP, João Pessoa/PB, Goiânia/GO e Niterói/RJ. A implementação destes pontos de cultura representa uma contribuição significativa para a minimização das diferenças entre homens e mulheres.

Projeto “Fortalecimento e Controle Social dos Direitos da Gestante a um Parto Seguro”

E-mail Imprimir PDF
No Brasil, apesar da implementação do Pacto pela Redução da Mortalidade Materna, do Ministério da Saúde, o país ainda convive com alto índice de mortes maternas. O projeto da UBM “Fortalecimento e Controle Social dos Direitos da Gestante a um Parto Seguro” visa contribuir para a redução de mortes maternas evitáveis, divulgando juntos às mulheres gestantes e profissionais da saúde a LEI 11.634/2007. 

Projeto “Mulher Mais Política, Mais Poder”

E-mail Imprimir PDF

Apesar dos avanços e conquistas legais, as mulheres continuam enfrentando, em sua vida cotidiana, desafios tais como: discriminação no mercado de trabalho, desigualdade de oportunidades, dificuldades para se capacitar profissionalmente, exercício da dupla jornada de trabalho, pouca presença em posições de poder e de decisão, sobretudo, nas esferas do poder político.